fcb.portal.reset.password

Gol de Neymar contra l'Atlètic. FOTO: MIGUEL RUIZ-FCB.

FC Barcelona e Atlético de Madrid fizeram da ida das quartas-de-final da Liga dos Campeões uma cópia do que foram as outras três partidas entre ambas as equipes na temporada. Equilíbrio, intensidade e um esforço físico sobrenatural marcaram o primeiro combate entre ambas as equipes nesta edição da principal competição de clubes do planeta. E o resultado não poderia ser outro que um novo empate, desta vez em 1 a 1, o quarto em quatro confrontos. Diego Ribas e Neymar Jr foram os autores dos gols da partida. Um resultado que leva a decisão para o estádio Vicente Calderón e que dá uma certa vantagem ao clube madrilenho, que poderá jogar por um empate sem gols diante da sua torcida.

Equilíbrio total

O Atlético de Madrid deixou claro quais eram as suas intenções desde o início da partida. Repetiu a contundência e a intensidade utilizadas nos outros duelos contra o Barça na temporada e asfixiou a equipe culé nos primeiros minutos de jogo. Também aproveitou para mostrar sua carta de apresentação logo de cara com David Villa, que ficou sozinho diante de José Manuel Pinto, mas mandou para fora a chance mais clara da etapa inicial.

A equipe de Tata Martino entendeu o aviso do rival e tratou de equilibrar as ações rapidamente. Pouco minutos depois, já conseguia impôr o seu jogo de toques e domínio da posse de bola. Apesar disso, não conseguia gerar ocasiões claras, com exceção de uma jogada genial de Leo Messi no minuto 25. O craque argentino se livrou de três adversários, deixou Andrés Iniesta na cara do gol, mas o zagueiro Godín apareceu para salvar o Atlético.

O equilíbrio permaneceu até o final de um primeiro tempo que contou com duas péssimas notícias, uma para cada equipe. No minuto 10, o zagueiro Gerard Piqué saiu de campo lesionado e teve que ser substituído por Marc Bartra. Já no minuto 29, foi a vez de Diego Costa se retirar do gramado. O principal goleador do Atlético de Madrid na temporada foi substituído pelo outro Diego da equipe.

Diego marca, Neymar empata

O FC Barcelona iniciou a segunda parte de forma arrasadora. Acuou o Atlético no campo de defesa e se lançou ao ataque com mais velocidade, tentando surpreender a quase impenetrável defesa colchonera. Apesar disso, sofreu um duro e inesperado castigo no minuto 56. O brasileiro Diego Ribas, que tinha entrado no lugar de Diego Costa mandou um disparo indefensável de fora da área e abriu o placar no Camp Nou.

O gol aturdiu o Barça durante alguns minutos e o torcedor presente no Camp Nou não acreditava no que via. Mas com uma garra extraordinária o Barça lutou contra as adversidades impostas pelo rival e foi atrás de um gol que igualasse a eliminatória. A torcida entendeu a missão da equipe culé e fez a sua parte nas arquibancadas. A pressão aumentou e o esforço acabou recompensado. No minuto 71, Andrés Iniesta viu a movimentação de Neymar pela esquerda e deu um passe extraordinário para o brasileiro chutar cruzado, empatar a partida e enlouquecer o Camp Nou.

Foi o 15º gol de Neymar na temporada, o quarto dele nesta edição da Champions League. Depois disso, o Barça se jogou ao ataque, mas não conseguiu a virada. Agora, a equipe de Tata Martino terá que marcar obrigatoriamente no Vicente Calderón se quiser ficar entre os quatro melhores do futebol europeu.

Voltar ao início