fcb.portal.reset.password

Sergio Busquets teve grande oportunidade de marcar / FOTO: FIFA.COM

A Espanha está fora da Copa do Mundo do Brasil após apenas duas rodadas. A seleção dirigida por Vicente Del Bosque, que surpreendera a todos ao ser goleada pela Holanda por 5 a 1 na estreia, perdeu por 2 a 0 para o Chile e apenas cumprirá tabela contra a Austrália no próximo dia 23 em Curitiba. A forte equipe sul-americana, que já superara os australianos em seu début, se classificou à próxima fase, juntamente com os holandeses, que bateram os socceroos por 3 a 2 também nesta quarta-feira. As duas seleções disputarão a primeira colocação do grupo B no dia 23 em São Paulo.

Cinco jogadores do Barça participaram da partida, realizada no mítico estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, lotado de torcedores chilenos. Na Espanha, os normalmente titulares Xavi e Piqué ficaram no banco, enquanto Sergio Busquets, Iniesta, Jordi Alba e Pedro – que fora reserva contra a Holanda – iniciaram o jogo. Alexis Sánchez, em nova boa atuação, foi o representante culé da “outra Roja”.

A Espanha sentiu a pressão do Chile, demonstrando imprecisão no ataque e desorganização na defensa, como se viu no primeiro gol chileno, do valencianista Vargas, após jogada de Alexis. Diego Costa teve oportunidade para empatar no primeiro tempo, com chute que acabou no lado de fora da rede adversária, mas os sul-americanos ampliaram o marcador ainda antes do intervalo. Alexis cobrou falta, que Casillas rebateu de soco. Na sobra, Aránguiz anotou o segundo.

A etapa complementar começou com substituição na Espanha: Koke no lugar de Xabi Alonso. Costa pôde diminuir a diferença no placar após receber passe de Iniesta, mas a bola rumou para fora. A principal chance, porém, foi de Sergio Busquets que, de dentro da pequena área, concluiu mal um lance originado em bicicleta dada pelo centroavante do Atlético de Madrid. A Espanha melhorou, mas o Chile não baixou a guarda e, em mais de uma ocasião, quase fez o terceiro gol. Nos últimos 10 minutos, Cazorla – que entrou no lugar de Pedro - e Iniesta tentaram de fora da área, mas o goleiro Claudio Bravo estava atento.

Ficha

Espanha, 0
Chile, 2

España: Casillas, Javi Martínez, Iniesta, Pedro (Cazorla, 76'), Alonso (Koke 46'), Ramos, Sergio, Jordi Alba, Diego Costa (Torres, 65'), Silva, Azpilicueta.

Chile: Bravo, Mena, Isla, Silva, Alexis, Vidal (Carmona, 87'), Vargas (Valdivia, 84'), Medel, Jara, Aránguiz (Gutiérrez, 66'), Díaz.

Gols: 0-1, Vargas (20'); 0-2, Aránguiz (43').

Voltar ao início