fcb.portal.reset.password
Lance em que Iniesta mandou uma bomba na trave.

Lance em que Iniesta mandou uma bomba na trave. / FOTO: MIGUEL RUIZ-FCB.

O FC Barcelona não fez a sua parte na primeira final que teve nessa reta decisiva da Liga Espanhola, mas contou com a sorte uma vez mais e decidirá o título da competição no próximo fim de semana, contra o Atlético de Madrid, no Camp Nou. A equipe de Tata Martino ficou no 0 a 0 contra o Elche neste domingo, no estádio Martínez Valero, mas acabou beneficiado pelo empate do Atlético de Madrid contra o Málaga e terá todo o apoio da sua torcida para conquistar a que seria a quinta Liga nos últimos seis anos.

Domínio sem gols

A transcedental importância da partida contra o Elche mostrou um Barça mais cauteloso no primeiro tempo e bastante sólido na defesa. Entretanto, dominava a posse de bola e atacava sem parar. Messi, Iniesta, Alexis e Pedro pressionavam os zagueiros rivais, mas não encontravam o espaço necessário para finalizar as jogadas com precisão.

Já o Elche buscava claramente o contra-ataque e só oferecia certo perigo à defesa culé através das bolas altas, que Mascherano e Bartra tinham dificuldades para afastar. Pelas laterais, Alves e Adriano fechavam bem o espaço. Entretanto, não subiam ao ataque como estão acostumados. Diante desse panorama, a etapa inicial terminou sem gols.

Impotência ofensiva

A segunda parte só não foi uma repetição da primeira porque o FC Barcelona não conseguiu ter a mesma estabilidade defensiva. O Elche assustou em diversas ocasiões e por muito pouco o Barça não sai de Alicante com outra derrota na Liga. A equipe de Tata Martino voltou a mostrar a mesma falta de criatividade ofensiva contra equipes bem organizadas na defesa e só teve uma chance real de gol através de uma jogada individual de Leo Messi.

Sofrimento até o fim

A sorte voltou a sorrir para um FC Barcelona mesmo deixando o campo novamente com uma imagem negativa. Após o apito final em Elche, os jogadores culés tiveram que sofrer durante mais alguns minutos. Tudo porque se o Atlético marcasse um gol no Vicente Calderón, seria campeão neste domingo.

Mas o Málaga aguentou o empate em 1 a 1 debaixo de muita pressão, com um jogador a menos e foi o verdadeiro responsável pelo FC Barcelona seguir com chances de decidir o título da competição diante da sua torcida. Agora, para ser campeão, terá que vencer os colchoneros….não importa o placar.

Voltar ao início