fcb.portal.reset.password
O capitão Carles Puyol, acompanhado do resto do elenco, erguendo o troféu da Liga de Campeões

O Barça se converteu em campeão da Europa pela terceira vez em Roma / FOTO: MIGUEL RUIZ - FCB

Nesta terça-feira, 27 de maio, completam-se cinco anos da Liga dos Campeões obtida em Roma contra o Manchester United. A equipe dirigida por Pep Guardiola alcançara a final após o 'Iniestazo', o famoso gol do jogador nascido em Fuentealbilla que garantiu a classificação em Stamford Bridge contra o Chelsea.

O Barça chegou a Roma sem poder contar com três defensores, Abidal, Márquez e Alves. Mas Guardiola soube lidar com a situação, anulando Cristiano Ronaldo, o grande perigo dos 'red devils'. Samuel Eto'o, aos 10 minutos da primeira etapa, tirou o primeiro zero do placar; Leo Messi, aos 25 do segundo tempo, selou o resultado que daria o terceiro título de campeão da Europa ao FC Barcelona.

Aumentava, assim, o palmarés europeu do Barça, que então já acumulava os troféus conquistados em Wembley em 1992 e em Paris em 2006. Foi a primeira Champions de Guardiola como técnico, feito que ele repetiria dois anos depois em nova decisão contra o Manchester United, desta vez disputada em Wembley.

O troféu encerrava também uma temporada histórica, a de 2008/ 09, na qual o Barça ganhou também a Liga Espanhola e a Copa do Rei. Com a Liga de Campeões, o Barça consolidava um “triplete” que ficaria para a memória.

Voltar ao início