fcb.portal.reset.password

Neymar Jr i Cesc celebren el gol de la victòria / FOTO: MIGUEL RUIZ-FCB

Cesc Fábregas já tinha avisado na véspera que o Barça tinha aprendida a lição da temporada passada, quando foram derrotados no Celtic Park para o time da casa por 2 a 1, apesar da posse de bola muito superior a do time escocês. Nesta terça-feira, ficou demonstrado que estava certo. Um gol do próprio Cesc na segunda metade foi suficiente para decidir uma partida cuja atuação culé foi praticamente perfeita, dominando o rival do princípio ao fim em terras escocesas. 

A vitória em Glasgow e o empate na outra partida entre Ajax e Milan (1-1) deixaram o Barça líder do Grupo H e muito próximo das oitavas-de-final da Champions League

Posse de bola infinita

O roteiro foi o de sempre. O Celtic FC, que precisou de dois minutos para tocar pela primeira vez na bola, esperava o FC Barcelona com os 11 jogadores na defesa. O conjunto azul-grená tocava a bola com perfeição, velocidade e paciência, direcionando a maior parte do seu jogo pelas pontas, com Neymar e um profundo Adriano. Com eles, chegavam as melhores oportunidades culés. 

Neymar Jr ameaça

Apesar do domínio absoluto, a equipe azul-grená não criou a primeira ocasião clara até o minuto 40, quando Neymar Jr - mais concentrado na reta final da primeira parte e recuperado de uma tontura que sofreu momentos antes - rematou para fora um cruzamento de Daniel Alves. O melhor: O Barça tinha anulado compeltamente o futebol direto dos escoceses, que não tiveram uma oportunidade sequer antes do intervalo. anso.

Expulsão de Brown

O Celtic FC apertou a marcação no segundo tempo, que iniciou repleto de faltas e interrupções, algo que incomodou o FC Barcelona. Os escoceses se perderam ao confundir dureza com agressão. Neymar inventou uma grande jogada individual pela esquerda que resultou numa falta de Brown, que não contente com a falta ainda deu um chute no brasileiro quando ele estava caído. Cartão vermelho direto e ainda faltavam mais de 30 minutos para o final. 

De Valdés a Cesc

Aos poucos a partida foi ganhando cores azul-grená. Neymar era uma ameaça constante para um Celtic FC cada vez mais duro. Entretanto, o futebol é imprevisível. Quando o jogo era totalmente do Barcelona, vieram duas ocasiões claras de gol para o time local, que viu como Valdés salvava a primeira oportunidade com uma mão mágica e como Mulgrew mandava para fora uma cabeçada da pequena área

Com o susto superado, Neymar foi a origem da jogada que decidiu a partida. Abriu com grande visão de jogo a bola na ponta, para Alexis. O chileno viu a movimentação de Cesc dentro da área e botou a bola na cabeça dele, que mandou para o fundo das redes, no contrapé do goleiro rival. Barça 1 a 0. 

O controle dos minutos finais foi perfeita. A equipe liderada por Tata Martino converteu Celtic Park num parque de diversões e pôde marcar mais gols através de Neymar e Alexis, mas os seus disparos foram detidos milagrosamente pelo goleiro Forster. Apesar disso, os três pontos estavam assegurados. 


Voltar ao início