fcb.portal.reset.password

Coletiva de Sergio Busquets no CT do Caju, em Curitiba. / FOTO: Lucas Duarte - FCB

Sergio Busquets foi um dos grandes protagonistas da entrevista coletiva realizada nesta terça-feira, no Centro de Treinamento Alfredo Gottardi (CT do Caju), em Curitiba. O meia do FC Barcelona chegou acompanhado do atacante Diego Costa e revelou as suas primeiras impressões sobre a Copa do Mundo FIFA Brasil 2014. 

Campeão do mundo na África do Sul 2010, Busquets explicou que quase não existe diferença entre aquela seleção e a que se encontra no Brasil para lutar pelo bicampeonato mundial. "A diferença é muito pequena. A maioria dos jogadores são os mesmos, é o mesmo treinador e o mesmo pensamento", afirmou. 

O jogador do Barça também foi perguntado sobre o futuro do seu companheiro de equipe, Xavi Hernández, que em teoria disputará a sua última Copa do Mundo no Brasil. "Xavi está bem como sempre. O que fará depois será uma decisão dele, não serei eu o que vai antecipar a jogada", declarou. 

Adaptação em Curitiba

Outro tema abordado por Busquets foi sobre Curitiba, a cidade escolhida pela seleção espanhola como base neste Mundial. "Chegamos de noite e ainda não deu tempo de conhecer a cidade", disse. Conhecida pelas suas baixas temperaturas nesta época, a capital paranaense parece agradar o meia do Barça.

Ele lembrou das dificuldades encontradas na Copa das Confederações 2013, quando a Espanha sofreu com o calor do nordeste do País. "O calor e a humidade deram trabalho pra gente, principalmente contra a Itália e a Nigéria. Por isso, o clima em Curitiba é ideal para treinar." 

Busquets também comentou sobre o Centro de Treinamento Alfredo Gottardi, popularmente conhecido CT do Caju, um dos mais modernos do Brasil. "É um lugar muito tranquilo e os campos estão em excelente estado". 

Diego Costa

Sergio Busquets também teve palavras para o brasileiro nacionalizado espanhol, Diego Costa, que estava com ele na coletiva desta terça-feira. "É melhor tê-lo como companheiro do que jogar contra ele. Além disso, chegou com muita vontade", revelou. 

Voltar ao início