Pinto, contra o Granada.

José Manuel Pinto, num lance contra o Granada. FOTO: MIGUEL RUIZ-FCB.

O Barça fará a sua estreia oficial no novo estádio de San Mamés neste domingo com a obrigação de conseguir mais três pontos nesse particular início de liga histórico. Soma até o momento 40 pontos dos 42 que disputou, mas não consegue se desvencilhar do Atlético de Madrid, agora também com 40 - graças a vitória sobre o Elche neste sábado - mas com um jogo a menos. Uma vitória contra o Athletic no novo San Mamés apagaria a má imgame deixada após a derrota sofrida no Amsterdam Arena.

Como o Ajax na terça-feira, o Athletic Club tem planejado uma partida muita exigente para os jogadores do técnico Tata Martino. E pelo que mostrou até o momento, a equipe do técnico Ernesto Valverde terá a intenção de ter o controle da partida. 

Volta Adriano, Puyol é baixa

O técnico Tata Martino contará com numerosas baixas na hora de escalar a sua equipe. Os lesionados Valdés, Alves, Puyol, Jordi Alba, Messi, Jonathan dos Santos, Tello e Afellay não estarão. Mas ao menos a lateral esquerda terá um importante reforço com o regresso de Adraino Correia. Os jovens Adama e Patric, do Barça B, completam a lista de convocados. 

O Barça tentará conseguir um recorde histórico no novo San Mamés. Se sai líder dali, ou seja, se não perde por três gols ou mais de diferença, alcançará a 53ª rodada consecutiva na primeira posição da tabela. Igualaria dessa forma o recorde do Real Madrid, de 1988. Um incentivo a mais. 

Mas não será uma tarefa simples. O Athletic não perdeu nenhum jogo no novo San Mamés. De fato, os Leões acumulam os melhores resultados da última década e caso vençam o Barça estariam na zona de classificação para a próxima Champions League. Mas para isso não poderá contar com o goleador Aduriz, a principal ausência da equipe basca. Athletic e Barça duelam neste domingo a partir das 21h (18h de Brasília). Será o mais recente capítulo de uma rivalidade histórica do futebol europeu.