Adriano, durante a apresentação da sua nova chuteira Nike. FOTO: VÍCTOR SALGADO-FCB.

Adriano Correia está "feliz e satisfeito pelo resultado contra o Milan e a classificação na Champions League". A vitória por 3 a 1 na última quarta-feira manteve o FC Barcelona invicto em todas as competições. O jogador brasileiro está maravilhado com a fase culé e espera seguir crescendo com o jogo da equipe. "Estamos próximos da excelência", afirmou.

O lateral do Barça acredita que a equipe ainda pode melhorar, mas indicou de forma clara um aspecto que devem ter muito cuidado. "Em alguns momentos da partida perdemos a posse de bola e o rival acaba criando perigo. Temos que estar atentos com o posicionamento".

O camisa '21' do FC Barcelona falou durante a apresentação das suas novas chuteiras (Nike Hypervenom), na loja InterSport de Gavà e explicou que se sentia "muito cômodo e muito seguro" na hora de chutar contra o gol adversário com o seu novo acessório esportivo. 


Concorrência sadia

Os problemas físicos de Jordi Alba deixaram Adriano Correia como a única opção para a lateral esquerda da equipe. O brasileiro aproveitou ao máximo as oportunidades que teve, mas deseja que o seu 'concorrente' regresse rápido. "Encaro a concorrência como algo normal. É uma pena sofrer duas lesões seguidas, como ocorreu com o Jordi. Ele tem o apoio de todos. Eu sei o que é isso, já aconteceu comigo e converso bastante com ele", revelou. 

Messi e Neymar

Adriano também comentou sobre o pequeno jejum de gols que atravessou Leo Messi antes do jogo contra o Milan. Segundo o brasileiro, "Messi sempre esteve contente. Ele é fundamental, quando não está o time sente a sua falta". Com relação a dupla que o argentino forma com Neymar Jr, foi contundente: "É uma honra ter os dois juntos. É a melhor dupla que uma equipe pode ter". Messi e Neymar é a melhor dupla que uma equipe pode ter

Para completar, o lateral do Barça não escondeu a sua vontade de jogar a próxima Copa do Mundo do Brasil. "É o meu desejo e para que isso se torne realidade tenho que estar bem no Barça. Tenho muita vontade de jogar essa Copa do Mundo e farei tudo para conseguir"