fcb.portal.reset.password

Mascherano, durante a coletiva. FOTO: MIGUEL RUIZ-FCB.

Javier Mascherano compareceu nesta quinta-feira na entrevista coletiva realizada na Cidade Esportiva Joan Gamper e falou, principalmente, das lesões que afetaram a equipe nos últimos dias e da eleição da próxima 'Bola de Ouro'. Resumimos a coletiva do jogador argentino em dez frases. 

  1. "Infelizmente tivemos algumas lesões, mas para isso temo um elenco amplo. Qualquer atleta do time principal tem condições de jogar. Sentimos as ausências, mas estamos aqui para isso".
  2. "Víctor (Valdés) é importantíssimo. Não só pelo que representa, seu estado de forma era quase excelente. Agora apoiaremos a Pinto. Tem muita experiência e trabalha o ano todo para ter a oportunidade que terá agora".
  3. "Joguei várias vezes com Pinto. Na minha opinião, teve grandes atuações nos últimos anos e melhorou muito com a bola nos pés. Estará preparado para responsabilidade".
  4. "Não sei se Messi jogou mais partidas que deveria. Eu passei por um momento parecido e o melhor que pude fazer foi estar tranquilo e me recuperar com calma. Acontece com todos".
  5. "Messi é o melhor jogador que eu vi na minha vida e certamente o melhor que verei. Tem um dom".
  6. "Não presto muita atenção ao debate sobre a 'Bola de Ouro'. Estou tão longe disso que não me provoca nada. Mas fico feliz quando Messi é o ganhador"
  7. "Não sou ninguém para julgar a decisão da FIFA de ampliar o prazo para a votação da 'Bola de Ouro'. Eu me dedico a jogar. Não tenho que votar, mas não mudaria a minha decisão nos últimos quinze dias". 
  8. "Bartra é um grande jogador. Não é fácil jogar com 20 anos no Barça e ele demonstrou muita madurez ao jogar num momento que não era fácil". 
  9. "Alexis está realizando uma temporada muito boa com o Barça e com o Chile. Está mais solto, é o que lhe faltava para mostrar o atrevimento que tinha nas outras equipes". 
  10. "O goleiro que vier terá a pressão que existe ao jogar neste clube, terá que lutar pelo posto e as comparações são odiosas. Não podemos compará-lo com Valdés". 

Voltar ao início