fcb.portal.reset.password

Neymar, Barça’s 23rd Brazilian

“Quando era criança vi o Ronaldinho muitas vezes e ele jogava no Barça”, revelou nesta segunda-feira, na sua primeira entrevista coletiva como jogador do FC Barcelona. Uma década depois da sua primeira lembrança azul-grená, Neymar se converteu no 24ª jogador brasileiro que dispute uma partida oficial com o Barça, seguindo os passos de Alves, Adriano, Thiago, Maxwell e Rafinha, os últimos exemplos nesse contexto.

Um vínculo entre Brasil e Barcelona que teve início em 1947, quando Lucidio Batista da Silva se converteu no primeiro brasileiro a jogar oficialmente pelo Barça. Da Silva jogou duas temporadas com o clube e venceu duas ligas espanholas, uma Copa Latina e uma Copa Eva Duarte. De fato, a nacionalidade estrangeira mais numerosa na história do Barcelona é a brasileira, algo que nos deixou inúmeras curiosidades:

- Sete desses 23 brasileiros ganharam a Copa da Europa com o Barça e dois deles venceram duas vezes: Sylvinho e Alves. Ronaldinho, Beletti, Edmílson, Maxwell, Thiago e Deco, uma. Ainda no âmbito europeu, Silvio Modesto ‘Bio’, Aloisio Pires, Giovanni Silva e Ronaldo ganharam uma Recopa da Europa vestidos como culés.

- De todos eles, o que mais ganhou títulos é Daniel Alves. O atual lateral-direito do Barça acumula um total de 15 títulos nas cinco temporadas que leva no clube. Os únicos brasileiros que deixaram o Barça sem ganhar títulos foram: Marinho, Roberto Dinamite, Fábio Rochembak e Geovani Deiberson.

- Se lhes separamos pelas posições que ocupavam dentro de campo, foram nove atacantes, sete meias e sete defesas. Nesse contexto, Da Silva (1947-49) foi o primeiro atacante. Giovanni Silva (1996-99), o primeiro meia e Marinho (1974-76), o primeiro defesa.

- O primeiro grande craque brasileiro na história do Barça foi Evaristo de Macedo. Entre 1957 e 1962, período que jogou pelo Barça, Evaristo conseguiu a espetacular média de 0,8 gols por partida. Foi dele o fantástico gol com a sola da chuteira que, no dia 23 de novembro de 1960, culminou na primeira eliminação do Real Madrid da Copa da Europa.

- Os jogadores brasileiros que vestiram a camisa do FC Barcelona por mais tempo foram o já citado Evaristo de Macedo (1957-62), Rivaldo (1997-2002), Ronaldinho (2003-2008), Sylvinho (2004-2009) e Daniel Alves (Desde 2008). O que menos tempo durou foi Roberto Dinamite, que chegou a jogar apenas 11 partidas com a camisa azul-grená, em 1980.

- Mários Peres, o ‘Marinho’ (1974-1976) e Giovanni Silva (1996-1999) são os dois únicos brasileiros que, como Neymar, vieram do Santos. Marinho chegou a jogar com Pelé e Cruyff, duas lendas do futebol mundial.

- Romário (1993-1995), Ronaldo (1996-1997), Rivaldo (1997-2002) e Ronaldinho (2003-2008) foram quatro dos melhores atacantes das últimas décadas. Todos triunfaram como jogadores do Barça.

- Desse modo, a lista completa é a seguinte: Lucidio Batista da Silva, Evaristo de Macedo, Mário Peres ‘Marinho’, Silvio Modesto ‘Bio’, Roberto Dinamite, Aloísio Pires, Romário de Souza, Giovanni Silva, Ronaldo Luiz Nazário, Sony Anderson, Rivaldo Vítor Borba, Thiago Motta, Fábio Rochemback, Giovanni Deiberson, Ronaldinho Gaúcho, Juliano Belleti, José Edmílson, Silvio Mendes ‘Sylvinho’, Thiago Alcântara, Daniel Alves, Maxwell, Adriano Correia e Rafinha Alcântara.

Os outros dez

Deixando de lado os 23 jogadores brasileiros que disputaram, no mínimo, uma partida oficial com o Barça, existem outros dez que por diferentes motivos só puderam jogar amistosos. Os três primeiros foram Fausto dos Santos, Jaguaré Bezerra e Walter Machado da Silva, o qual não pôde estreiar numa partida oficial por culpa das normas vigentes naquela época. Cleo Inácio Hickmann disputou um único amistoso em 1982, o mesmo caso que D’Marcellus Machado, jogador do Barça B na temporada 1996/97.  

Marcelo Anderson da Silva e Luciano da Silva ‘Triguinho’ fizeram testes em 2001 e jogaram amistosos. Dois anos mais tarde, Tiago Calvano fez parte do Barça B e também disputou uma partida amistosa com o time principal. Por último, estão os casos de Henrique Adriano e Keirrison de Souza. O primeiro realizou a pré-temporada 2009/10 e o segundo não teve a oportunidade de atuar pelo FC Barcelona.

Voltar ao início