Josep Maria Bartomeu, Neymar i Andoni Zubizarreta, a la roda de premsa de presentació / FOTO: MIGUEL RUIZ - FCB

[[DES_1]]

O vice-presidente esportivo do FC Barcelona, Josep Maria Bartomeu, explicou o custo da operação de contratação de Neymar pelas próximas cinco temporadas. O clube azul-grená pagou um total de 57 milhões de euros – com os direitos federativos e econômicos incluídos - que foram repartidos entre três empresas (DIS, TEISA, N&N) e o Santos. Estas empresas pediram confidencialidade sobre a porcentagem destinada à cada uma delas nesta operação.

Bartomeu especificou que o custo subiu porque “outros clubes interferiram” na parte final das negociações. Por esse motivo agradeceu a Neymar por ter escolhido o Barça quando “a oferta não era a mais alta. Ele queria vir ao Barça e isso ajudou muito já que a cifra que tínhamos previsto, de 40 milhões, se elevou só até 57”. Um dos outros motivos para esse incremento é “porque tínhamos previsto que viesse em 2014 e houve um custo extra por ele ter vindo antes”. “De todas as formas, o aumento do custo da operação não influenciará nas futuras incorporações para a próxima temporada, já que temos as economias em ordem”, explicou Bartomeu. Nossa oferta não era a mais alta. Ele queria vir ao Barça e isso nos ajudou muito já que a cifra que tínhamos previsto, de 40 milhões, se elevou só até 57

O vice-presidente esportivo também comentou que os contatos com o jogador e com o Santos começaram em 2011 e é por isso que no orçamento do ano passado foram pagos de forma antecipada 10 milhões de euros, como seguro. Um dinheiro incluído dentro de um pagamento conjunto, que será feito de forma gradual nos próximos três anos.

De qualquer modo, não perdeu a oportunidade de agradecer a todos os funcionários que colaboraram para que Neymar fosse contratado pelo FC Barcelona, especialmente a Raul Sanllehí e Andre Cury, que desde março de 2012 é o responsável de futebol do FC Barcelona na América Latina.

Bartomeu também informou que, como o resto de contratações realizados pela atual diretoria, se trata de uma operação sem intermediários. Com relação aos números relacionados à contratação de Neymar, o vice-presidente explicou que a clásusula de rescisão é de 190 milhões de euros.

Dois amistosos com o Santos

No acordo com o Santos ficou estabelecido dois jogos amistosos com o clube brasileiro, um que seria disputado no estádio do ‘Peixe’ e outro no Camp Nou. Em ambos os casos, o dinheiro arrecadado com a bilheteria seria para time que organizasse a partida. Neste sentido, Bartomeu explicou que é muito provável que o rival desta edição de verão do Troféu Joan Gamper seja o Santos. Também destacou que “uma boa bilheteria faria diminuir o custo da contratação”.

“Pode se converter numa referência no mundo do futebol”

Andoni Zubizarreta, diretor-esportivo do FC Barcelona, explicou as qualidades futebolísticas que levaram o Barça a se interessar pelo jogador. Por isso, recuperou o primeiro informe que o Barcelona recebeu sobre Neymar, depois da participação dele no Mundial sub-20. Entre outros pontos, destacava que “tem muito gol, capacidade de driblar e de jogar em conjunto”. Na sequência, ressaltava que “não lhe afeta o entorno nem o peso da responsabilidade”. E finalizava com: “é um dos maiores talentos e pode se converter numa referência no mundo do futebol”. Desfrutaremos de muitas noites mágicas com Neymar e seus companheiros já que o Barça é uma equipe com um nível extraordinário

O que está claro para Zubizarreta é que com Neymar “desfrutaremos de muitas noites mágicas com Neymar e seus companheiros já que o Barça é uma equipe com um nível extraordinário”. E comentou que “é um grande jogador, com um estilo que encaixa, que oferecerá soluções e que se integrará ao nosso jogo”.

Finalmente quis cortar qualquer especulação com respeito ao número da camisa de Neymar no FC Barcelona e avisou que “atualmente o número 11 é do Thiago”. Também explicou que cada temporada os números de cada jogador são escolhidos entre eles mesmos.

Acordo de colaboração com o Santos

Josep Maria Bartomeu comentou que o FC Barcelona tem “um acordo com o Santos que não tem nenhuma relação com a contratação de Neymar. É um acordo de colaboração para que tenhamos prioridades na hora de observar os jogadores formados por eles. É um acordo que também temos com outros clubes”.