fcb.portal.reset.password

Os elencos de Barça e Chapecoense, em imagem histórica prévia ao jogo | MIGUEL RUIZ-FCB

Em sua especialmente emotiva e solidária 52ª edição, o Troféu Joan Gamper trouxe como grande destaque a homenagem do FC Barcelona à Chapecoense, agremiação catarinense marcada por desastre aéreo ocorrido em 28 de novembro de 2016.

O clube catalão dedicou honrarias às 71 vítimas fatais da tragédia, suas famílias e a Alan Ruschel, Jackson Follman e Hélio Hermito Neto, os três sobreviventes ligados à entidade brasileira.

Homenagem em dois atos

A homenagem ocorreu em campo e nas tribunas. Antes do duelo, diante do busto de Joan Gamper, o presidente Josep Maria Bartomeu e a família do fundador do clube – seus netos Emma, Manel, Xavier e Marisa Gamper – receberam as tradicionais flores. 

Após a apresentação oficial do elenco barcelonista, o Barça prestou tributo ao trio de sobreviventes. Houve grande comoção com o pontapé inicial do ex-goleiro Follmann, que perdeu parte de uma perna no acidente. Bartomeu e Plinio de Nês Filho, presidente da Chape, trocaram presentes na reunião institucional prévia ao jogo.

Reconhecimento aos medalhistas de 1992

Em celebração aos 25 anos das Olimpíadas de Barcelona, o FC Barcelona também homenageou os medalhistas daqueles jogos.

Entre os esportistas que participaram do ato estiveram Daniel Plaza (atletismo), Natalia Via-Dufresne (vela), Marc Antoni González e Sergi Pedrerol (polo aquático), Celia Corres, Anna Maiques, Elisabeth Maragall e Núria Olivé (hóquei sobre a grama), além de ícones azul-grenás como Juan Antonio San Epifanio, Epi (basquete), Josep Benito, Joan Carles Colàs (hóquei em patins) e atletas paralímpicos como Magdalena Amo (atletismo), Javier Salmerón (atletismo), Tània Cerdà, Joan Carles Castañé, Jesús Iglesias, Jordi Marí, Daniel Llambrich, Anna Martín, Laura Tramuns e Sílvia Vives (natação).

Voltar ao início
_satellite.pageBottom();