fcb.portal.reset.password

A camisa da temporada 2016/17, na FCB Botiga do Camp Nou | SANTIAGO GARCÉS - FCB

O FC Barcelona se mantém na segunda posição do ranking dos clube com maior faturamento anual do mundo, segundo o estudo Football Money League da auditoria Deloitte, que existe há 20 anos. O clube catalão teve uma receita de 620, 2 milhões de euros na temporada 2015/16. O líder nesse período foi o Manchester United, com 689 milhões. O Real Madrid foi o terceiro, com 620,1 milhões de euros. 

O alto ritmo de crescimento, especialmente na área comercial, coloca o Barça na frente do Real Madrid graças a um aumento de 11% na receita com relação ao ano anterior. O clube catalão superou os 620 milhões e mantém a tendência em alta, além de criar as bases para o seu crescimento futuro. Deloitte destaca o grande desafio do Barça de chegar a ser o primeiro clube a atingir o valor de 1 bilhão de euros de faturamento. Além disso, indica que no próximo estudo a entidade culé poderia ser líder nesse ranking. 

O estudo da Deloitte analisa aspectos como a receita que as equipes geram através do direitos televisivos, as fontes comerciais e os resultados dos dias de jogos. Por outro lado, não inclui o faturamento das transferências de jogadores, a reversão da depreciação do ativo imobilizado e a aplicação de provisões. Tudo isso é o resultado do primeiro ano da implementação do Plano Estatégico do Barça, a rota de objetivos estabelecida pelo clube para o período 2016-2021.

Um plano que pretende consolidar o FC Barcelona com a instituição esportiva mais admirada, estimada e global, com base no cumprimento de cinco linhas estratégicas. São eles: a excelência esportiva, a máxima implicação social, o desenvolvimento das infra-estruturas esportivas, a marca e o seu posicionamento global, gestão e sustentabilidade econômica. 

Voltar ao início
_satellite.pageBottom();