fcb.portal.reset.password

Bartomeu, Edmílson e Cardoner durante o ato de renovação da parceria | FCB

A Fundação FC Barcelona e a Fundação Edmílson ampliaram o seu acordo de colaboração até 2021. Desse modo, as duas entidades continuam trabalhando juntas em projetos educativos para as crianças carentes do Brasil.

O ato de renovação da parceria foi realizado nesta segunda-feira, no Camp Nou e contou com a presença do ex-jogador Edmílson, do presidente do Barça Josep Maria Bartomeu, do vice-presidente do clube, Jordi Cardoner, do diretor geral Nacho Mestre e da diretora geral da Fundação FCB, Maria Vallés. A colaboração entre as fundações existe desde 2006 e obteve bons resultados ao longo dos anos.

Agora, pretende ser ampliada com a criação de projetos pertencentes ao novo Plano Estratégico da Fundação FCB, baseado principalmente no esporte para o desenvolvimento. "Renovamos até 2021, mas esperamos que seja por muitos anos mais. Estamos muito felizes de ver que pessoas foram nossos ícones esportivos, agora possa colaborar no âmbito social", afirmou CArdoner. 

O envolvimento de Edmílson

Nos últimos anos, Edmílson participou de vários projetos da Fundação FCB. Foi o 'padrinho' do projeto 'FutbolNet' na favela da Maré, no Rio de Janeiro, no qual esteve presente no primeiro festival realizado nesta comunidade em 2014. Nele, incentivou os participantes a continuar aplicando os valores aprendidos com a prática do futebol. 

Edmilson também representou a Fundação FCB no leilão solidário do projeto '1 in 11', realizado em fevereiro de 2015, na sede da Sotheby's, em Londres. O dinheiro arrecadado serviu para arrecadar fundos para fomentar projetos educativos para crianças de Bangladesh, Nepal e Indonésia. "Estou muito feliz porque é importante ter o Barça ao teu lado. Há anos tenho a minha fundação e estou contente pelos resultados e pela colaboração com a Fundação FCB", afirmou Edmílson.

Fundação Edmílson 

A Fundação Edmílson foi fundada em 2006 e sua sede está localizada na cidade de Taquaritinga (SP). Seu objetivo é contribuir para melhorar o futuro de crianças e adolescentes brasileiros através da educação, profissionalização e desenvolvimento comunitário. Seu programa 'Semeando sonhos' atende 300 crianças e adolescentes de 6 a 14 anos de idade através de projetos inspirados no esporte, na informática e nas artes cênicas, entre outros. 

Voltar ao início
_satellite.pageBottom();