null

Em 1969 Agustí Montal Costa ganhou as eleições e se tornou presidente do clube. Seu programa insistia no envolvimento dos sócios e se comprometia com a ideia de que todos os sócios veriam as suas opiniões refletidas através dos seus votos. Em 1973, Montal foi novamente eleito presidente. O slogan da sua campanha era: “O Barça é mais do que um clube”.

Durante a sua presidência, Montal defendeu apaixonadamente a restauração do nacionalismo catalão e se opôs firmemente ao centralismo no futebol, como era exercido pela Federação Espanhola de Futebol e a Delegação Esportiva Nacional. A sua influência levou o Futbol Club Barcelona a começar a recuperar os seus símbolos, começando com o nome da organização, que havia sido alterado para soar mais espanhol após a Guerra Civil.

A explosão de corrupção associada com os “oriondos” (jogadores estrangeiros que falsificavam suas certidões de nascimento para alegar nacionalidade espanhola e se tornarem aptos a jogar no futebol espanhol) significava que agora era possível contratar jogadores estrangeiros. Agora, o sonho do Barça de contratar Johan Cruyff começava a se tornar realidade.

As vitórias da seção de hóquei sobre patins começaram a se acumular; o hóquei é a seção profissional que ganhou mais títulos nacionais e internacionais para o clube.