Messi, neymar and Fabregas celebrating a goal

ADN barça

O Barça escreveu a sua história a partir da preocupação pela prática do bom futebol. Ou seja, da vontade de transformar esse esporte em um jogo atraente, de uma plasticidade inegociável, generoso na parte ofensiva e contrário a qualquer aposta defensiva. O bom futebol é tomar a iniciativa, controlar a posse de bola e jamais esperar o adversário. Além disso, é buscar o gol adversário de forma consistente e sem trirposse de bola e n um jogo atraente, com uma plasticidade inegociégua.

Isso explica o fato do Barça sempre ter contado com os melhores jogadores do mundo ao longo da sua história. Kubala, Cruyff, Maradona e, mais recentemente, Ronaldinho e Eto’o. Atualmente, a estrela do clube é nada menos que Leo Messi. Esse selo futebolístico de qualidade também está definido pela vontade de juntar essas estrelas mundiais com os atletas formados nas categorias de base do clube.

Esse conceito não funcionaria sem a contribuição da Masia, a residência dos jovens talentos que existe desde 1979 e toda a estrutura que envolve as categorias de base do clube. De fato, O Barça jogou a final da Liga dos Campeões de 2009 com sete atletas formados na casa: Valdés, Puyol, Piqué, Xavi, Iniesta, S. Busquets e Messi.